8 direitos do trabalhador que você precisa conhecer agora

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Descobrir quais são os direitos do trabalhador nos dias de hoje é algo muito simples, pois existem vários meios que podem te informar sobre eles e ainda te mostrar tudo o que deve ou não ser feito em situações imprevistas no seu trabalho.

São vários fatores que devem ser analisados quando o assunto é ingressar em uma empresa, como por exemplo, registro de carteira, cuidados especiais, contrato e entre outros.

Visto tais pontos, separamos algumas informações que mostrarão a você quais os direitos do trabalhador, ou seja, o que pode ou não ser exigido, o que é seu por lei e diversos outros benefícios essenciais para sua jornada profissional. Continue lendo e descubra.

Saiba quais são os direitos do trabalhador essenciais para sua vida profissional

Os 8 direitos do trabalhador mais conhecidos

Primeiramente, podemos dizer que, quem tem mais direitos perante às leis existentes no Brasil são os trabalhadores que possuem carteira assinada, porém os que não possuem, caso venha acontecer alguma coisa, pode entrar contra o patrão no Ministério do Trabalho e exigir seus direitos, mas isso é em ultimo caso.

Voltando para os trabalhadores com carteira assinada, todos possuem uma porção de direitos que servem como “reservas” para eles, confira:

Direito #1. Carteira de trabalho

A CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social) é um dos documentos obrigatórios que todo trabalhador deveria possuir.

Neste documento, são registrados todos os tipos de informações da vida profissional de um trabalhador e esses dados servem de base para o acesso aos direitos trabalhistas.

Direito #2. Horas extras após a jornada de trabalho

A jornada de trabalho deve ter no máximo 8 horas por dia dando um total de 44 horas semanais em que o trabalhador preste algum tipo de serviço ao empregador.

Além deste horário estipulado pela Constituição Federal, se por um acaso vir a passar algumas horas, será contabilizado como horas extras.

Essas horas extras não são obrigatórias, logo, se o trabalhador não puder, ele tem a permissão de retirar-se do local de trabalho após a conclusão da sua jornada normal e não irá descontar nada.

Mas, se o cumprimento dessas horas extras for de extrema necessidade, ai é preciso fazer um acordo entre o trabalhador e a empresa, além disso, o valor das horas extras é 50% a mais que a hora normal.

Direito #3. 13º salário

Para quem não sabe, o 13º salário é um valor pago no fim do ano para os trabalhadores com carteira assinada. Este valor deve ser igual ao valor que os mesmos irão receber no mês de Dezembro.

Já para os trabalhadores que o seu registro ainda não completou um ano de serviço, o calculo deve ser feito dividindo o 13º salário por 12 e multiplicar pela quantia de meses que trabalhou.

Direito 4#. Férias remuneradas

Após ter completado um ano de registro em seu trabalho você ganha um período de férias remuneradas por 30 dias, porém, fica a critério do empregador decidir quando você irá tirar suas férias.

Em caso da empresa não te liberar para suas férias, a mesma é obrigada a dobrar a sua remuneração que iria receber. Além disso, as férias podem ser divididas por períodos, mas isso é somente para trabalhadores entre 18 e 50 anos.

Vale lembrar ainda que caso tenha mais de 33 faltas sem justificativa, o trabalhador perde o direito de férias.

Direito #5. Seguro Desemprego

É uma remuneração paga para você caso a empresa te demita, este valor é calculado através do seu ultimo salario e não pode ser menor que o salário mínimo.

Direito #6. Abono Salarial

Este é um benefício de um salário mínimo pago as pessoas que recebem até dois salários mínimos e assim, contribuem para o PIS ou PASEP.

Só recebe este benefício quem já está cadastrado a cinco anos, entretanto, se você trocou de serviço e está a 30 dias em um novo, você também tem direito.

Direito #7. Licença maternidade

Quais são os direitos do trabalhador

A licença maternidade é um benefício que oferece a mulheres 120 dias após o parto. Este benefício pode ser estendido em caso de adoção e para pais que ficaram viúvos.

Direito #8. Aviso prévio

O aviso prévio é utilizado em caso de quebra de contrato ou demissão. Sempree é preciso um aviso pelo menos 30 dias antes da demissão de algum trabalhador.

Se a demissão ocorrer sem o aviso, você tem direito a uma porção de benefícios e direitos, mas se você sair sem avisar, você pode perder muitos benefícios também.

Além desses principais direitos dos trabalhadores, existem muitos outros, porém os conhecidos hoje em dia são esses, então fique sabendo você também dos seus direitos e trabalhe em cima deles.

E ai, o que você achou deste artigo onde mencionamos os direitos do trabalhador? Se você achou interessante e se ele realmente foi útil para esclarecer suas duvidas deixe seu comentário logo abaixo, além disso, compartilhe com seus amigos para que eles também saibam quais são os direitos que eles possuem quando trabalham com carteira assinada.

Lembrando que nós oferecemos muitas vagas de emprego, então se você ainda não esta empregado e esta a procura de um bom serviço, então acesse nosso site e venha fazer parte da equipe de trabalhadores lançados por nós no mercado.